B FACHADA

Categorias:
Escalões:
4

SINOPSE

Neste momento B Fachada já não precisará de grandes apresentações, nem será rebatível que é o maior cantautor da sua geração em Portugal, e um dos grandes desde a revolução de Abril. Autor e intérprete já de uma discografia muito considerável, tem mantido a promessa dos dois discos ao ano sem qualquer desvio de rota e enchido salas de Norte a Sul com essa raridade que é uma canção portuguesa que não pede desculpa por ser como é, por falar verdades que ficaram silenciadas durante tempo demais. Que soa eminentemente daqui mas em expansão de olhos a brilhar, sem coisas de postal para o turismo autofágico, como demasiadas vezes fizemos nas últimas décadas. Está lá a tradição, voltaram a reivindicação e a proposta concreta; dispensou-se o pudor em cantigas sobre intimidade, com o requinte próprio dos cavalheiros existencialistas e o vigor de um homem que sabe dançar, no seu encantador balanço angolano-beirão.

Data de Dezembro 2012 o seu último disco, ‘O Fim’, depois do delírio estival com o seu muito celebrado ‘Criôlo’ meses antes, tendo voluntariamente imposto a si mesmo um ano sabático em 2013. Regressa aos palcos em 2014 com uma nova banda, cerca de 7 anos após o início da sua fulgurante carreira, em que edificou um reportório sem paralelo nos pares da sua geração, conquistou uma legião de fãs no mundo lusófono aqui e além atlântico, bem como o elogio e distinção da crítica e a atenção dos media, para além de se ter apresentado nalguns dos mais prestigiados auditórios nacionais e ter pisado o palco dos grandes festivais de verão nacionais.

 

Ficha Artística

B Fachada – Voz, Piano, Guitarra Eléctrica, Pianet e Sintetizadores
Maria Reis – Voz e Guitarra Eléctrica
Pedro Mendonça – Voz, Guitarra Eléctrica e Baixo Eléctrico
Guilherme Gonçalves – Técnico de som

Duração 60 mins., Público M/12